Sentimentos verdadeiros são trocados entre pessoas em igual sintonia. É uma conexão natural, as almas se reconhecem nesse trânsito, nesse ir e vir do tempo aproximando os seres.
Quando há conexão, sentimos a tristeza do outro e tentamos consolá-lo de alguma maneira, conhecendo ou não seus motivos.

Quando alguém ri sem parar perto de nós, sentimos vontade de rir também. Somos contagiados pelo outro, pelas suas emoções, mesmo sem saber bem o porquê. O estado de espírito do outro pode nos envolver, quando há sintonia. Sem dúvida, as nossas emoções são capazes de tocar o outro, de alguma maneira, se o reconhecemos como pares, pois as almas se comunicam naturalmente e promovem essa interação.

Num encontro de pessoas, em diferente ocasiões, grupos são naturalmente formados. Nas conversas, umas reagem aos relatos e opinam e outras ouvem somente. São muitos sentimentos se alternando a cada mudança de tom e de conversa. Há uma recepção natural acontecendo entre pessoas, nem sempre tão íntimas, mas que se identificam. As que não se integram, acabam saindo da roda em algum momento, pois não estão na mesma frequência e sintonia.

Creio que as almas quando se reconhecem, se conectam naturalmente. Às vezes, somos capazes de conversar facilmente com pessoas que mal conhecemos e no entanto não conseguimos estender uma prosa com outras com as quais temos um convívio diário. É uma questão de reconhecimento do ser pelo ser através da alma, tornando a relação mais fácil, a comunicação mais viável e prazerosa, mesmo que as pessoas não se conheçam profundamente.

Somos espíritos em estagio na terra.

Comments

comments

Categorias: Blog

Ceiça Monteiro

Ceiça Monteiro - Acredito na força do pensamento e no poder das palavras, que precisam ser positivas para que nos tornemos mais iluminados.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *