Vivemos nas mãos do tempo, que não para, não dorme e tudo registra, nos devolvendo a cada oportunidade o resultado das nossas ações. Ele não é bom nem mau, apenas imparcial ao nos devolver tudo que julgamos ter deixado para trás e já nem lembramos mais. Quando passamos a viver momentos ruins como consequência do que fizemos, percebemos que estamos amarrados às ações do passado e que teremos sempre o resultado delas caminhando ao nosso lado, para o nosso prazer ou desconforto.

Mesmo que esqueçamos fatos passados, teremos o tempo a nos surpreender, pois quando menos esperamos algo acontecerá e nos remeterá ao túnel do tempo. Seremos louvados pelo bem ou mal fizemos e teremos a chance de arrependimento para reparar o que for possível, de alguma maneira.

Sempre há possibilidade de prosseguir buscando um novo jeito de ser e de viver. Não existe vida perfeita, mas há o grande desejo de ser melhor, acertar mais, imperfeito na medida certa, atento para corrigir os erros e aprender com eles, sem culpa e sem lamento.
 

 

 

Comments

comments


Ceiça Monteiro

Ceiça Monteiro - Acredito na força do pensamento e no poder das palavras, que precisam ser positivas para que nos tornemos mais iluminados.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *