Não seja parceiro da sua tristeza, não a alimente por muito tempo. Algumas das flores que escolhemos para colorir a nossa vida  podem ter espinhos que certamente nos machucarão em algum momento. Aprecie e valorize as flores e proteja-se  dos possíveis espinhos, aprendendo a lidar com eles.

Nem sempre podemos evitar os infortúnios, mas podemos  nos mover para liberar o lamento que nos aprisiona.  É vida que segue.

 

Comments

comments

Categorias: Blog

Ceiça Monteiro

Ceiça Monteiro - Acredito na força do pensamento e no poder das palavras, que precisam ser positivas para que nos tornemos mais iluminados.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *